Número total de visualizações de página

6.30.2012

EM CÍRCULOS

"(...) Enquanto esperávamos, a Bárbara não resistiu e caiu no abismo. Foi quando me vi obrigada a lidar de novo com as idiossincrasias da mente. Mais uma vez, encontrava-me perto de alguém que perdera o caminho de regresso. Ela ainda tentara caminhar rumo ao equilíbrio, Contudo, há muito que transmitia uma sensação de desmoronamento e, subitamente, perdeu o seu lugar no mundo. Creio que todos nós, mais cedo ou mais tarde, acabamos por questionar que lugar será esse. Quanto a ela, encerrou-se numa casa de repouso, primeiro, foi encerrada num hospital psiquiátrico, depois. Quando a visitei na clínica, reparei na coluna de livros empulhados equilibradamente na mesa de cabeceira... Meses mais tarde visitei-a no hospital. (...) Olhei para as pessoas  que lá se encontravam e todas me pareceram girar incessantemente em círculos, encurraladas dentro de si próprias. Perturbei-me. Com as portas trancadas. Os corredores brancos e gelados. A dureza das enfermeiras. Como se a locura não andasse aí espalhada pelo mundo e estivesse apenas confinada àquelas paredes!"

in Eu, Mulher de Mim, Edições Colibri



Sem comentários:

Enviar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: