Número total de visualizações de página

5.13.2012

Para quê um barco maior?



Um homem de negócios estava no cais de uma pequena aldeia costeira do México quando chegou um barquito com um só tripulante e vários atuns soberbos. O norte-americano felicitou o mexicano pela qualidade do peixe e perguntou-lhe quanto tempo tinha demorado a pescá-lo. O mexicano respondeu-lhe que foi num instante. O norte-americano perguntou então porque não tinha ficado mais tempo no mar para pescar mais peixes. O mexicano respondeu-lhe que já tinha que chegasse para as suas necessidades e da sua família. O norte-americano voltou a perguntar:
- Mas então o que faz nos tempos livres?
O mexicano respondeu: - Durmo até tarde, pesco um pouco, brinco com os meus filhos, toco guitarra com os amigos, enfim, tenho uma vida cheia e ocupada.
O norte-americano disse-lhe então, num tom trocista:
- Sou licenciado por Harvard e posso ajudá-lo. No meu entender, deveria dedicar-se mais à pesca e, com os lucros, comprar um barco maior. Com os rendimentos que lhe traria o barco maior, poderia comprar vários barcos. E com o tempo, poderia vir a adquirir uma frota de barcos. Em vez de vender a sua captura a um intermediário, poderia vendê-la directamente ao produtor e, poderia até chegar a ter a sua própria fábrica de conservas. Finalmente, quando chegasse o momento oportuno, venderia a empresa em Bolsa e ganharia milhões.
- Milhões? E depois o que faria eu, senhor?, perguntou o mexicano.
Responde o americano: - Depois, poderia reformar-se, dormir até tarde, pescar um pouco, brincar com os netos e ao fim da tarde tocar guitarra com os amigos.

Danah Zohar e Ian Marshall in Inteligência Espiritual.

Sem comentários:

Enviar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: