Número total de visualizações de página

9.19.2012

É BLUFF, SR MINISTRO, É BLUFF

Confirma-se. Sao 30 por sala. Todos ali enfiados, a olhar para mim. Às vezes, apetece-me fugir. Mas para onde? Uma colega minha tem 9 turmas mais uma direção de turma. Podem ser 270. Ela arrasta-se por ali... Corpo presente. Nada mais. Não é possível. Eu própria me arrasto após aulas de 90 minutos com 30 seres enfiados numa sala quente. Hoje, 9h da manhã e eu já transpirava em bica... Nos horários, acumulam-se tempos letivos e e tempos não letivos que se transformam em letivos, como que por magia.  Os horários crescem. O tempo para pensar diminui. Carrego 4 manuais de 2kg cada um. Total, 8kg. São muitos quilos. De nada. Ou de muito pouco. E tenho de lhes ensinar ainda coisas detestáveis. Inúteis. Não me sobra tempo para o essencial, Sr. Ministro. Escrever. Falar. Peço quase a Deus que não falem. Que os ouça o menos possível... Porque não fala  um de cada vez. Mas 30. Ouvem-se sempre. Há sempre vozes por ali. Andam todos por ali. Pobres almas... 
Não lhes sei os nomes. Nem quero. Desisti desses modernismos pedagógicos. Cansa-me tanto nome.... tanto Fábio, tanta Sílvia... Quero sossego. Quero ler. Quero silêncio. Quero dormir, Sr. Ministro...
Fez bluff, Sr. Ministro! Nem nós ensinamos nem eles aprendem... É bluff...

Sem comentários:

Enviar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: