Número total de visualizações de página

11.30.2012

COMO IDENTIFICAR UM "WOMANISER" (PARTE II)


A pedido de algumas amigas, aqui vão mais umas dicas para o caso de se cruzarem com um destes. 
Ora pois seja: Se derem de caras com um "womaniser" (mulherengo, em bom português) e tiverem o azar de gostar dele, remember
(i) Em primeiro lugar, nenhuma mulher com autoestima no seu devido lugar aguenta um mulherengo; se o aguentam, olhem bem para a vossa autoestima e levem-na ao cabeleireiro e à massagem, de preferência com aquele massagista que nós conhecemos, ok? Ou então, aceitem simplesmente sair com aquele fulano lindo que vos anda a convidar e que tem tudo no sítio...
(ii) Em segundo lugar, se quiserem construir uma relação a sério, as hipóteses deste homem se comprometer seriamente são ínfimas. O que ele basicamente quer é passar uns bons momentos -  de preferência na posição horizontal -  e nada mais; 
(iv) Em terceiro lugar, mais cedo ou mais tarde, ele acaba por se afastar sem dar qualquer explicação e, quando a der, mesmo que tirada a ferros, será vaga e, na maior parta das vezes, falsa. Porquê? Simples: quer enrolar-se, já se enrolou ou vai-se enrolar com outra qualquer mas não assume.
Características da espécie? 
Basicamente, o mulherengo, por essência: 
(i) Mantem as mulheres, todas as que pode manter- as ex, as presentes e as futuras - em stand by (e para alcançar tal feito, dá uma no cravo e outra na ferradura); usa frases completamente vagas como "gosto muito de ti", "és muito especial para mim" "não te quero perder" "és muito importante na minha vida" sem ele próprio saber o que tais máximas em forma de sms querem dizer...:)
(ii) Esconde os seus contactos e, apesar de gostar de controlar o que se passa na vossa vida social, esconde a sete chaves a sua (fiquem atentas portanto);
(iii) Escapa-lhe uma coisa chamada maturidade emocional  e vai-vos iludindo e desiludindo à medida dos seus variáveis estados de espírito, por essência imaturos e emocionalmente irresponsáveis.
(iv) Last but not the least,  é tão pouco seletivo o coitado que nunca perceberá que encontrou uma pérola verdadeira quando verdadeiramente a encontrar.
Fugit, amigas, fugit! :)

3 comentários:

  1. Estimei este post.
    É de valor!!!
    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  2. Volte sempre! Pode mesmo identificar-se :)

    ResponderEliminar
  3. Olá, a Carmo não me conhece sou fã do seu blog, encontreio por acaso, achei o nome interessante e já o sigo tem tempos.
    É viciante e simplesmente fantástico o que escreve!
    Depois vi que também escreve noutro, do qual gosto muito, o filósofo e o fanfarrão.
    Eu não escrevo, mas adoro ler, já li uma obra sua, O Homem das Violetas Roxas, adorei.
    Foi interessante, estava a passar e vi-o por acaso e como já conhecia o blog comprei-o.
    Os meus parabéns e continue assim ;)
    Um beijinho :)

    ResponderEliminar

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: