Número total de visualizações de página

9.11.2014

THE CHOICE TO LOVE

Em vésperas de começar mais um ano letivo, quando o verão ainda nem chegou e parece já ter abalado, reflito sobre a nossa vida, pessoal e profissional, para concluir que há duas condições essenciais à felicidade: ter uma personalidade minimamente equilibrada e um projeto de vida relativamente coerente. Assim, a felicidade será, nada mais nada menos, do que o produto, o resultado, a consequência daquilo que, ao longo dos anos, fomos fazendo com a nossa vida. Encaro a felicidade como um sentimento de equilíbrio entre o que quisemos e o que conseguimos, entre os objetivos e os resultados, entre os sonhos e as metas conquistadas.

Ora, no meu caso específico, quis ser professora e formadora, optei por não ter filhos, escrever livros e viajar pelo mundo. Ao longo de 25 anos ensinei, treinei e formei diferentes públicos, dos 12 aos 60, entregando de mim toda a energia que por vezes nem sei onde a fui buscar. Profissionalmente, mission accomplished! Pessoalmente, viajei por quase todos os continentes e continuo a aprender a escrever livros. 

Chegou agora a altura de decidir amar. Escolhi-te e quero amar-te todos os dias...

Sem comentários:

Enviar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: