Número total de visualizações de página

3.11.2011

NO MEIO DO DESERTO


Ninguém se apaixona quando tudo corre bem. Apaixonamo-nos quando acaba a gasolina, no meio do deserto. Atesta-se o depósito com umas patranhas, umas palavras, uns absurdos, e enfia-se tudo no desgraçado do reservatório, que está seco. Ninguém quer estar parado, sozinho, no meio do nada.

Sem comentários:

Enviar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: