Número total de visualizações de página

11.07.2014

XAMANISMO

Hoje apeteceu-me escrever sobre XAMANISMO: Para a sabedoria xamânica, estamos bem connosoco próprios se estivermos em harmonia absoluta connosco e com o que nos rodeia, tal como D. Juan de Matos "ensinou" a Carlos Castanheda, autor de vários livros sobre o xamanismo. Não criar emoções será a grande estrada para essa harmonia. As depressões podem implicar dois estados diferentes: o estado de resignação ou o estado de aceitação, aquele que leva à capacidade de cura. Só o " estado de guerreiro", o estado de estarmos atentos, pode ajudar nesta nossa "quest". Este estado de guerreiro leva-nos a estar atentos e em interacção com a nossa própria vida. Um bom exercício a fazer poderá ser pensar no que nos faz perder energias e no que nos faz ganhá-las. Muitas vezes estamos presos nos nossos 5 sentidos. Deixamo-nos prender pela limitação dos sentidos porque queremos essa prisão. Mas os xamânicos defendem que um equilíbrio pleno com o universo exige uma expansão dos sentidos, um estado modificado de consciência que nos pode tirar da realidade comum e transportar-nos para outra realidade, a incomum ou a dos espíritos.

Os quatro princípios para a cura segundo o xamanismo: 

1. DESAPEGO; 

2. ENTREGA ABSOLUTA; 

3. PERDÃO; 

4. AMOR

Devemos desenvolver um perdão absoluto por tudo o que já fizemos de forma a não continuarmos presos ao passado. Afinal, o que é o tempo? A primeira grande ideia que fazemos do tempo é a associação a passado, presente e futuro. Porém, o passado já não existe, é pura imaginação e o futuro ainda não está aí e pode nem chegar. Resta o presente. Por isso, o tempo não existe para além do conceito de nós próprios, dos nossos próprios sentidos, do nosso corpo, este corpo... Dr.º Rui Caldevilla diz que aumentamos demsiado as nossas expectativas e desvalorizamos os nossos sucessos. Devemos controlar as nossas expectativas e saborear os pequenos e grandes sucessos. Há que ter metas pequenas e subir a escada da via degrau a degrau porque todos os degraus são imprescindíveis ao encontro com a nossa espiritualidade. A realidade é, pois, tudo aquilo que quisermos que seja. Tudo no xamanismo é simples porque tudo se sente. Todos podemos ser xamãs: basta que despertemos o nosso processo de cura... basta o nosso guerreiro interior...


CERTEZA: Nada é permanente. E é desta impermanência que a vida se rege.

Sem comentários:

Enviar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: