Número total de visualizações de página

11.30.2014

ESTOCOLMO ON A BUDGET

A Estocolmo posso dizer que voltava. No verão. A percorrer de barco os recantos de uma cidade aquática. Com sol. Muito sol.
É possível estar em Estocomo sem irmos à ruína? Difícil mas possível. E sabem como eu consigo viajar on a budget, não sabem?
Pois então, vão algumas ideias:
Do aeroporto de Arlanda (fica a 40 km) da cidade, a forma mais barata são os autocarros Flybussarna que nos deixam na estação central (T-Centralem) por 215 SEK (mais ou menos 22 euros, ida e volta). 
Para andar de metro, há um cartão azul que temos de carregar com 4 bilhetes no mínimo mas é a forma mais económica de descobrir a cidade de metro (cartão e 4 bilhetes fica por 120 sek = 12 euros aprox.).
Não aconselho de todo os autocarros turísticos descapotáveis, por sinal iguais em quase todo o mundo, por razões óbvias. Caros e só lá há turistas.
Aconselho, isso sim, um bilhete de barco de 24h (Hop on Hop off) que nos permite entrar e sair onde nos apetece. E num quente dia de verão, confesso que é muito agradável a passeata. A água da torneira é excelente e evita que gastemos um balúrdio com a água engarrafada. Caríssima nesta zona da Europa não sei bem porquê.
Os supermercados do centro de Estocolmo são de fugir. mesmo o popular 7/11. Tudo caríssimo! Mas há uma cadeia de supermercados nas estações d metro das zonas menos centrais com imensa variedade e preços excelentes. Comer em restaurantes é caro mas pasta e merdas assim conseguem-se por 15 euros, sentadinhos e tudo a ver as vistas. O MAC é sempre uma opção para quem aprecia mas é um ambiente deprimente e muito mal frequentado. Os hotéis são caríssimos mas há hostes excelentes (aconselho a Catanea Old Town) com gente gira, educada e culta, do mundo inteiro e onde nunca nos sentimos. 
Se viajar sozinha/o como eu, ao fim do dia, ofereça-se uma flutue de champanhe com 2 ostras por 12 euros a ver quem passa e sinta-se a rainha do báltico!

Sem comentários:

Enviar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: