Número total de visualizações de página

10.23.2011

PÃO...

Expliquem-me, por favor. Eu sei que que sou limitada em matérias de alcançar temas difíceis, mas prometo que se me explicarem devagar e com as palavras certas, eu tentarei compreender.

20H30 - protagonista da história em casa; 20h 40 - dá-lhe a aflição dos domingos à noite e decide ir ao Pingo Doce. A estrear. Abriu recentemente. Foi.  20h 45 - Deambulou pelos corredores em busca de compota de pêra e gengibre (não há no Pingo Doce) e parou no pão. 20H 50 - Ia para pagar quando reparou que umas funcionárias agarravam no pão de diferentes variedades que tinha embelezado a vitrine e, à bruta (acreditem - à bruta e com desprezo) - atiravam o pão para enormes sacos de plástico e diretamente com as mãos desprotegidas. Protagonoista fez contas de cabeça e rebuscou algo que lhe tinham dito sobre este assunto: que as sobras do pão dos supermeracdos ia diretinho para o lixo.
20:55 -Afoita e curiosa, pergunta à caixa o que vai acontecer àquele pão ao que esta responde: LIXO!

10:50 - Pronto, expliquem-me...

Sem comentários:

Enviar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: