Número total de visualizações de página

2.03.2013

NA MANHÃ SEGUINTE

Na manhã seguinte, após uma noite de sonhos que me desassossegaram, soube que a velha Júlia durou apenas mais umas horas. Na noite da sua morte choveu. Choveu muito.  Choveu torrencialmente. O meu pai telefonou e disse  apenas estas palavras:
- Ela deitou-se ontem à noite para morrer.

Carmo Miranda Machado, O Homem das Violetas Roxas

Sem comentários:

Enviar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO: